Nua como a Lua

Autor: Adriana Moulin

A autora remete-nos, com as suas letras, aos mais profundos e delicados burgos dos sentimentos. Desnuda-se em sua alma feminina, albergando em seu ventre todas as mulheres do mundo. Com uma poesia de linhas puras e arquitetura clara, brinca com as palavras, impregnando-as de emoção, ao mesmo tempo em que nos convida a mergulhar em seus mais profundos anseios. Sua poesia é a mais pura expressão de como o mundo se transmuta em letras sob o olhar de uma mulher. Adriana é uma mulher do seu tempo. E no seu tempo há lugar para suas emoções expressas em poesias. Não se protege da vida nem das palavras. Muitas vezes se enfurece com as duas, mas segue permitindo que a sonoridade das letras e o encanto das palavras consigam expressar os sentimentos em turbilhão que as suas poesias são capazes de externar.

Avaliações

4.0/5 pontuação (2 votos)

Compartilhe


Comentários